Pedidos de oração

Como posso orar pela Eritreia

Eritreia

Atualmente, a Eritreia ocupa a 3ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa. A pressão sobre os cristãos é proveniente, principalmente, do governo repressivo do presidente Isayas Afewerki, mas há também pressão das comunidades cristãs tradicionais e do extremismo islâmico. O governo anunciou o fechamento das igrejas em 2002, e ainda hoje, as circunstâncias continuam a ser difíceis para os seguidores do cristianismo. 

A perseguição continua porque o governo ainda vê os cristãos como espiões. A maioria dos fieis só pode praticar a fé em segredo. Apesar de tudo, a igreja continua a clamar, ganhar almas e crescer em números. Muitos têm superado o medo da prisão. Um parceiro local comentou recentemente que este é um "resultado acumulado das orações da Família da Fé ao redor do mundo." 

Ainda existem muitos cristãos presos por sua fé. Prestar culto na Eritreia é um assunto complexo. A clandestinidade é o destino da maioria das igrejas. Enquanto alguns escolhem permanecer no país, outros arriscam fugir. Nossos irmãos eritreus expressaram uma profunda preocupação com o avanço do islã extremista no país e, como enfrentam a repressão contínua, é complicado fazer discípulos 

Fora isso, as circunstâncias sociais continuam precárias. As dificuldades econômicas estão aumentando e a inflação permanece elevada. Boa parte das famílias não consegue arcar com as despesas do próprio sustento. Pelo fato de o governo manter um rígido controle sobre a sociedade, há pouco espaço para iniciativas de geração de renda. Por todos esses motivos, pedimos que suas orações pelo país não cessem. A Portas Abertas está envolvida com a Igreja na Eritreia desde o final da década de 90 através de parcerias estratégicas, procurando encorajar os cristãos da região e promovendo um envolvimento positivo em nome da Igreja, oferecendo ainda discipulado e assistência prática aos cristãos perseguidos. 

Pedidos de Oração

  • Interceda pelos nossos irmãos eritreus. Que eles encontrem em Deus a força e a coragem que precisam para ir até o fim.
  • Entregue ao Senhor a vida do presidente Isayas Afewerki e as autoridades do país. As minorias religiosas, como os cristãos, precisam retornar a ter seus direitos.
  • Peça por sabedoria para as equipes da Portas Abertas que atuam no país. Que nossos esforços sejam bem-sucedidos e incentivem a Igreja.

Mobilize sua igreja a orarmos JUNTOS PELA ÁFRICA. Clique aqui para cadastrar sua igreja no DIP 2017! 


Baixar em PDF